József Bozsik (@Jozsef_Bozsik )

József Bozsik



Bio A arte do futebol é ter controle sobre o seu tempo.
Location Budape
Tweets 7,9K
Followers 498
Following 72
Account created 15-10-2017 17:33:22
ID 919617204643131392


Twitter Web Client : É aquilo: toda proposta (toda mesmo) tem o seu potencial ônus. Especialmente as mais "extremas". E quando se há limitação técnica/talento, o cobertor é mais curto. O Eibar (ótimo projeto) sofre especialmente contra atacantes muito profundos e jogadores de alta velocidade gestual. twitter.com/OliveiraRafa/s…

Twitter Web Client : Charlie Contra a Argentina foi uma partida mais estratégica mesmo. A posse foi deles e o Brasil matou nos contragolpes, mas praticando um futebol intuitivo com tabelas, infiltrações, leitura dos espaços-vazios,

Twitter Web Client : Outro exemplo: Piqué. Dispensa comentários agredindo, mas é excelente defendendo sua própria área. Há em muitos zagueiros novos grande hype por serem ótimos agredindo, mas sofrem bastante quando precisam proteger sua área das agressões.

Twitter Web Client : Estou de acordo. Junto ao segundo tempo contra a União Soviética, que foi algo tão absurdamente harmônico e transcendente que jamais senti igual mesmo com o auge do Barça de Pep. twitter.com/charlieviki/st…

Twitter Web Client : Um Sergio Ramos, por exemplo, não é só bom saindo, antecipando, etc. Ele é ótimo defendendo a própria área, em fundamentos mais específicos de proteção e não só agressão ao adversário.

Twitter Web Client : Todos esses domínios básicos para um zagueiro defender o seu gol de agressões do adversário (e q um jogador como Miranda é ótimo, mas subestimado). O incômodo de Chiellini é claramente este: os zagueiros sabem cada vez mais agredirem, mas viraram débeis defendendo a própria área.

Twitter Web Client : Ontem, hoje, e amanhã, não basta a um zagueiro ser bom agredindo, ele precisa saber ler os espaços, ter uma excelente intuição para saber onde o atacante irá, buscar a dominância física, saber travar, afastar bolas, ter tempo de bola aérea ao mesmo tempo que procura o atacante.

Twitter Web Client : Isto ficou muito nítido em Real x PSG, onde Varane e principalmente o completíssimo Sergio Ramos foram reis dominando a sua área quando o PSG domina o segundo tempo, e Marquinhos e Kimpembe mostraram um tremendo deficit defendendo sua própria área.

Twitter Web Client : Hoje, vejo zagueiros (D. Sanchez, por ex.) que recebem grande hype por todo mundo notar as novas demandas, mas que são péssimos em: defender a própria área, saber ler os espaços, ter vigor físico e buscar o contato, saber antecipar o atacante.

Twitter Web Client : Com outras palavras, lendo bem o que o atacante faria, o zagueiro italiano sempre soube ler o espaço que ele atacaria, chegando em cima dele na execução dessa ação, antecipando, travando, etc.

Twitter Web Client : No entanto, qualquer zagueiro sempre terá que defender a área numa situação-limite nem que seja por minutos mínimos numa partida. E, mais do que ótimo no homem a homem, o zagueiro italiano sempre foi ótimo na leitura de espaços e da atuação do atacante nele.

Twitter Web Client : Hoje, todo mundo sabe e nota se um zagueiro é veloz, se tem bom passe, se sabe sair jogando, se é criativo, se é bom antecipando, se sabe agredir. São coisas cada vez mais exigidas para a função, participando das agressões de um time enquanto tal e não só da sua proteção.

Twitter Web Client : Gostaria de abordar o tema Chiellini/Pep, pois penso que houve uma incompreensão gritante sobre o sentimento do italiano. Primeiro, ele elogia Pep, mas é que a estatura social dele é tão grande que Chiellini o identifica com uma mudança geral na visão social dos zagueiros.

Twitter Web Client : Brincou com Cabrini o jogo todo, tirando-lhe de posição, desmarcando-se, e se juntando da direita para o meio com Zico e Falcão, contra Gentile e Tardelli. O Brasil dominou esse jogo a partir dos três e criou o suficiente para vencer. Um entendimento perfeito dos espaços. twitter.com/charlieviki/st…

Twitter Web Client : Maycon infiltra bastante a área, e Renê Júnior fica posicionado mais atrás. O Corinthians está mais vertical e contra-ataca melhor, mas sobra mais espaços quando perde a bola também.

Twitter Web Client : Henry partindo da esquerda, no seu auge, num 433, seria muito beneficiado com Firmino de 9, tal como é Salah partindo da direita e invadindo a área. twitter.com/TBirdPL/status…